terça-feira, 26 de outubro de 2010

Clarice Lispector


Sou composta por urgências: minhas alegrias são intensas, minhas tristezas, absolutas.
Me entupo de ausências, me esvazio de excessos.
Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos.
Eu caminho, desequilibrada, em cima de uma linha tênue entre a lucidez e a loucura.
De ter amigos eu gosto porque preciso de ajuda pra sentir, embora quem se relacione comigo saiba que é por conta-própria e auto-risco.
O que tenho de mais obscuro, é o que me ilumina.
E a minha lucidez é que é perigosa...
Se eu pudesse me resumir, diria que sou irremediável!

(Clarice Lispector )

5 comentários:

anita sereno disse...

ola lindo teu espaço adoro a forma como escreves os teus sentimentos vim te conhecer e adorei beijos

http://graceolsson.com/blog disse...

BELO POEMA.....BELAS FOTOS.
BJS E DAIS FELIZES

Nise disse...

Olá, Colega! A quanto tempo.Comemorando 3 anos de blog me lembrei de todas aqueles que eu conheci nesse espaço.Vi que você esta com outros blogs.vou conferir.bjos

Príncipe Tito disse...

UM ABRAÇÃO DO SEU BLOGAMIGO...

Príncipe Tito disse...

SEMPRE HAVERÁ NATAL, ENQUANTO A FÉ, A ESPERANÇA E A PAZ ESTIVEREM EM NOSSOS CORAÇÕES! FELIZ NATAL...ABRAÇOS !!!