Postagens mais vistas

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Estou cansada...

Acordei um pouco cansada. 
Cansada de segurar o choro, de contar as novidades, de sorrir para parecer que está tudo bem. Cansada de ser forte.

Dormi nua. Tirei as roupas e as máscaras junto com elas, mas precisei de as voltar a colocar pela manhã; umas calças meio rasgadas, uns sapatos confortáveis e um disfarce de pessoa feliz, feliz a tempo inteiro. Alguém que
tem a obrigação de ser agradável.
Passei a pensar demasiado sobre o mundo. Isso é um pouco arriscado porque passamos a entender demais e uma vez desvendadas certas coisas, não dá para voltar atrás. Talvez a ignorância seja mesmo uma bênção, não nos apercebermos da crueldade com que eventualmente o mundo é capaz de nos tratar.

Acordei um pouco cansada das minhas próprias escolhas. Apenas por hoje não quero decidir absolutamente nada (açúcar ou adoçante, kizomba ou rock’n roll, bom dia ou foda-se?).
Não quero ser compreendida. É só mais uma obrigação que dá imenso trabalho. Apenas por hoje, não me vou esforçar para ser amada ou para agradar aos outros. Que nada seja dito ou pensado a meu respeito: hoje só me resta existir.

Acordei um pouco perdida em relação aos smartphones, às pessoas, à confusão urbana que estranhamente se confunde com a minha própria confusão. Não vou escolher uma playlist: toquem o que quiserem. Não vou pensar sobre as pessoas: sejam exatamente o que quiserem. Hoje, apenas por hoje, não quero conclusões.

Quero passar despercebida, como numa capa de invisibilidade mágica. Quero quase não existir até conseguir ajustar-me a esse medo de ser eternamente desajustada. Não quero prazos ou compromissos ou sorrisos ou explicações. Apenas por hoje quero coexistir passivamente e sem qualquer indício de indignação. A minha alma precisa de férias.


*Autora: Nathalí Macedo

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Povoe sua solidão.

Algumas pessoas temem a solidão, pois acreditam que estar sozinho é uma coisa ruim, porém poucos sabem que aproveitar um pouco do silêncio de uma casa vazia pode ter seus benefícios.
 
“Existem coisas piores que estar sozinho mas geralmente leva décadas para entender isso e quase sempre quando você entende é tarde demais. E não há nada pior que tarde demais.” – Charles Bukowski

Uma vez que você abrace a solidão, conseguirá notar que ela não é necessariamente ruim, pelo contrário, algumas pessoas precisam dela.
É claro que isso não significa que os relacionamentos não possuem qualidades, os benefícios de momentos alegres com amigos são inegáveis, mas os momentos solitários não são monstruosos, basta saber desfrutá-los.

“Quem não sabe povoar sua solidão, também não saberá ficar sozinho em meio a uma multidão.” Charles Baudelaire

Perder o medo da solidão é o começo para crescer como pessoa. Uma vez que você aprendeu a ficar sozinho, irá gostar e querer aproveitar mais disso, e quando isso acontecer é que as 10 coisas listadas abaixo vão fazer sentido.

“A liberdade é a possibilidade do isolamento. Se te é impossível viver só, nasceste escravo.” Fernando Pessoa

“Dirige teu olhar para dentro de ti
E mil regiões encontrarás ali,
Ainda ignotas. Percorre tal via
E mestre serás em tua cosmografia”