Postagens mais vistas

segunda-feira, 27 de março de 2017

O tempo só cura o que estiver decidido.



O tempo cura tudo? Não. O tempo somente cura o que já estiver decidido. No fundo, uma verdade bastante simples.  Os fins são superados depois de se tornarem fins. Machucados apenas cicatrizam quando decidimos nunca mais tocar os descasos que tanto nos feriram. De nada vale esperar o tempo passar se insistimos em voltar  para onde não deveríamos. Se continuarmos revivendo as mágoas daqueles que não merecem mais um único instante das nossas vidas. Uma simples verdade, ainda assim tão difícil de ser vivida. Por quê? Talvez por medo. Talvez pelo receio da solidão e de perder algo que nunca nos pertenceu. De certa forma, nos sempre estaremos sozinhos. A solidão é inevitável. O sofrimento não. Uma hora podemos simplesmente deixa-lo para trás. Podemos decidir seguir. Uma generosidade não apenas com nos mesmos, mas também com o tempo. Afinal, alem de escasso, ele só cura o que já estiver decidido. Então, por favor, evite os desperdícios. 

Matheus Jacob – O homem que sente
 

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Chegou o momento da vida!

O desanimo é perigosa erva nadinha capaz de destruir a plantação de sues mais lindos sonhos. As dificuldades fazem parte do chamado “kit” sucesso. Vamos nos convencer de que tudo o que desejamos ainda não esta pronto, e, em assim sendo, razoável pensar que nada virá sem esforço, perseverança e ação. Se você almeja qualquer realização, saiba que barreias fazem parte da corrida denominada “felicidade”.

Entrega-se ao desanimo diante dos obstáculos é abrir mão de seus sonhos, é jogar na lata do lixo as suas metas é começar a morrer antes da hora.

Repare que seu pior momento na vida pode ser tanto o ensejo de você  abandonar se
us projetos, quanto pode ser o melhor instante de você reverter a situação armando-se de paciência, motivação e melhor qualificação.
O instante é o mesmo para que se rende ao fracasso ou para quem recupera ânimo para a vitória.

Esse é um conselho sábio que Chico Xavier obteve do mundo espiritual e que agora critica, em que talvez você esteja pensando em largar tudo. Calma. Pense a respeito. Não se entregue. Agora pode ser o instante precioso no qual você dará a grande virada em sua vida. Agora mesmo pode ser dado o primeiro passo em direção ao êxito, neste exato momento você pode começar a escrever uma linda historia de superação, coragem e heroísmo.


Lembre-se de que você não esta só nesta corrida. Alguém muito especial vela por você neste instante. Não importa o nome que lhe damos, importa saber que alguém lhe ama verdadeiramente. É provável que tenha sido ele quem lhe inspirou a chegar ate aqui e ler essa mensagem. É quase certo que essa força divina , que nos auxilia nos momentos de indecisão, tenha me inspirado a colocar esse texto. Fizeram isso porque tinham um endereço certo: você. 

Autor: José Carlos de Lucca

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

A vida é um só ponto.


“Lamentar um pouco Menos, Esperar um Pouco Menos, e Amar um Pouco Mais! “- André Comte-Sponville

Passado e futuro são inexistentes. Nascem da nossa insegura tentativa de enxergar o tempo como uma linha. Na verdade, a vida é um só ponto. No passado, residem apenas as lembranças do que já foi. Do outro lado, estão somente as esperanças do que há de vir. Nada além disso. Então, não alimente as magoas. Não cultive também as expectativas. Ate mesmo a mais criativa das ansiedades é incapaz de superar as graças da vida. Nos resta, com muito prazer, desfrutar o instante presente. Não lamentar o passado ou esperar por um inexistente futuro. 

Pareço pessimista?
 
Apenas pareço. Por trás destas palavras reside o mais realista otimismo. Afinal, a sua pratica nos torna livre para amar o agora (e amar agora).
É nesse instante do tempo que a felicidade existe.
Exige coragem, eu sei. Exige a capacidade de lidar com o incerto e não esperar nada do amanhã. 

Ousado demais? 

Talvez. Mas prefiro não alimentar as expectativas. Afinal, elas mordem (elas morrem).

Matheus Jacob – Homem que sente

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Leis da Prosperidade, Pense positivo...

Ultimamente tenho lido muito sobre pensamento positivo e tenho encontrado diversas informações que falam que o potencial criador do pensamento é capaz de estabelecer inúmeras possibilidades para o andamento da nossa vida. No entanto, é preciso lembrar que isto dependerá da qualidade destes pensamentos.

A mente é o espelho da vida em toda parte. […] O reflexo esboça a emotividade. A emotividade plasma a ideia. A ideia determina a atitude e a palavra que comandam as ações. […]assinalamos, todos nós, os reflexos uns dos outros, dentro da nossa relativa capacidade de assimilação. Ninguém permanece fora do movimento de permuta incessante. Respiramos no mundo das imagens que projetamos e recebemos.  O reflexo mental mora no alicerce da vida.Refletem-se as criaturas, reciprocamente, na Criação que reflete os objetivos do Criador.(Emmanuel|Pensamento e vida)


“Nossas crenças, pensamentos determinam aquilo que focamos em nossa vida”.


“Através do pensamento, o homem encontra a solução para todas as situações e encontra, dentro dele, aquela força de transformação e regeneração, por meio da qual pode vir a ser o que deseja ser.” - James Allen

 

Nossos pensamentos e recordações possuem um padrão. Quando mudamos este padrão ou estrutura, nossa experiência muda automaticamente. Podemos neutralizar pensamentos desagradáveis e enriquecer outros que nos serão úteis. Nossos pensamentos afetam instantaneamente nossa tensão muscular, respiração e sensações. Estes, por sua vez afetam nossos pensamentos. Quando aprendemos a mudar um deles, aprendemos a mudar o outro. 
(J. O’Connor/J.Seymour |Instrução a Programação Neurolinguística).

Nossos pensamentos são formas de nos comunicarmos conosco, e eles se revelam aos outros pelos nossos olhos, tons de voz, atitudes e movimentos corporais. Imagens metais, vozes interiores, sensações e sentimentos são os blocos básicos de construção de todos os nossos recursos mentais e físicos. Podemos usa-los para construir qualquer pensamento, sentimento ou habilidade que desejarmos, colocando-os depois nas nossas vidas onde quisermos ou mais precisamos. 
(Ricardo Ventura|Crenças)

Uma outra surpreendente verdade sobre prosperidade é que os seus pensamentos fizeram você como você é, e os seus pensamentos farão de você aquilo que você será, daqui por diante. Quanto mais você compreender isso, mais você aprenderá que as pessoas, os lugares, as condições e os acontecimentos não poderão afastar você da prosperidade e do êxito dados a você por Deus, desde que você, deliberadamente, decida usar o pensamento promissor como seu aliado para o êxito. Na verdade, você descobrirá que as coisas, as pessoas e os acontecimentos que anteriormente trabalhavam contra você começarão a trabalhar para você e com você ou, então, desaparecerão de sua vida, e novas pessoas e novos acontecimentos aparecerão para ajudá-lo a ser bem sucedido. Esta é a força do pensamento promissor. 
(Catherine Ponder|As leis dinâmicas da prosperidade)

“Escolha e irradie mentalmente; escolha e irradie emocionalmente; escolha e irradie constante e persistentemente”. “Sou persistente. Vou continuar. Estou decidido a ser bem sucedido nessa realização maravilhosa”.

Todos nós somos ímãns e, como tal, não precisamos forçar para que o êxito e a prosperidade aconteçam. Ao invés disso, devemos desenvolver uma mentalidade forte, esperançosa e próspera, que é o ímãn que faz com que tudo o que é bom venha rapidamente a nós. Se ficarmos tensos, ansiosos, deprimidos, implacáveis e possessivos, iremos atrair toda a espécie de aborrecimento e de fracasso.

“Sou um irresistível ímã e tenho forças para atrair para mim tudo o que divinamente desejo, de acordo com os pensamentos, sentimentos e imagens que constantemente alimento e irradio. Sou o centro do meu universo! Tenho força para criar tudo o que desejo. Atraio tudo aquilo que irradio. Atraio tudo aquilo que mentalmente escolho e aceito. Começo por escolher e mentalmente aceitar o que há de mais elevado e melhor na vida. Agora escolho e aceito saúde, amor, abundância, prosperidade, e felicidade. Agora escolho prodigalidade e abundância para mim e para toda a humanidade. Este é um universo rico e afável e eu aceito as suas riquezas e sua hospitalidade, e vou usufruí-las agora! 
(Catherine Ponder|As leis dinâmicas da prosperidade)

Goethe: “O que você pode fazer e o que você pensa que pode fazer, comece a fazê-lo. Ser destemido é ter geniosidade, força e magia.”.

Porque, como imaginou na sua alma, assim é (Prova. 23:7).

Formarás os teus projetos e terão feliz êxito, e a luz brilhará em teus caminhos. (Jô 22-28).

Tenha um certeza, se você faz o que sempre fez, você sempre conseguira o que sempre conseguiu. Se você quer algo novo faça algo novo, especialmente quando existem tantas alternativas.  

Mateus 26:41: ‘Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca’.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Estou cansada...

Acordei um pouco cansada. 
Cansada de segurar o choro, de contar as novidades, de sorrir para parecer que está tudo bem. Cansada de ser forte.

Dormi nua. Tirei as roupas e as máscaras junto com elas, mas precisei de as voltar a colocar pela manhã; umas calças meio rasgadas, uns sapatos confortáveis e um disfarce de pessoa feliz, feliz a tempo inteiro. Alguém que
tem a obrigação de ser agradável.
Passei a pensar demasiado sobre o mundo. Isso é um pouco arriscado porque passamos a entender demais e uma vez desvendadas certas coisas, não dá para voltar atrás. Talvez a ignorância seja mesmo uma bênção, não nos apercebermos da crueldade com que eventualmente o mundo é capaz de nos tratar.

Acordei um pouco cansada das minhas próprias escolhas. Apenas por hoje não quero decidir absolutamente nada (açúcar ou adoçante, kizomba ou rock’n roll, bom dia ou foda-se?).
Não quero ser compreendida. É só mais uma obrigação que dá imenso trabalho. Apenas por hoje, não me vou esforçar para ser amada ou para agradar aos outros. Que nada seja dito ou pensado a meu respeito: hoje só me resta existir.

Acordei um pouco perdida em relação aos smartphones, às pessoas, à confusão urbana que estranhamente se confunde com a minha própria confusão. Não vou escolher uma playlist: toquem o que quiserem. Não vou pensar sobre as pessoas: sejam exatamente o que quiserem. Hoje, apenas por hoje, não quero conclusões.

Quero passar despercebida, como numa capa de invisibilidade mágica. Quero quase não existir até conseguir ajustar-me a esse medo de ser eternamente desajustada. Não quero prazos ou compromissos ou sorrisos ou explicações. Apenas por hoje quero coexistir passivamente e sem qualquer indício de indignação. A minha alma precisa de férias.


*Autora: Nathalí Macedo

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Povoe sua solidão.

Algumas pessoas temem a solidão, pois acreditam que estar sozinho é uma coisa ruim, porém poucos sabem que aproveitar um pouco do silêncio de uma casa vazia pode ter seus benefícios.
 
“Existem coisas piores que estar sozinho mas geralmente leva décadas para entender isso e quase sempre quando você entende é tarde demais. E não há nada pior que tarde demais.” – Charles Bukowski

Uma vez que você abrace a solidão, conseguirá notar que ela não é necessariamente ruim, pelo contrário, algumas pessoas precisam dela.
É claro que isso não significa que os relacionamentos não possuem qualidades, os benefícios de momentos alegres com amigos são inegáveis, mas os momentos solitários não são monstruosos, basta saber desfrutá-los.

“Quem não sabe povoar sua solidão, também não saberá ficar sozinho em meio a uma multidão.” Charles Baudelaire

Perder o medo da solidão é o começo para crescer como pessoa. Uma vez que você aprendeu a ficar sozinho, irá gostar e querer aproveitar mais disso, e quando isso acontecer é que as 10 coisas listadas abaixo vão fazer sentido.

“A liberdade é a possibilidade do isolamento. Se te é impossível viver só, nasceste escravo.” Fernando Pessoa

“Dirige teu olhar para dentro de ti
E mil regiões encontrarás ali,
Ainda ignotas. Percorre tal via
E mestre serás em tua cosmografia”


quarta-feira, 23 de março de 2016

Assexualidade - O que é?



Desde a adolescência percebi que tinha alguma coisa diferente comigo, mas quando se é um adolescente, não há uma forma de ser normal. Todos os adolescentes experimentam uma variação de diferentes emoções e experiências, mudanças físicas. É normal se sentir como se não fosse normal... Mas o tempo foi passando, os conflitos aumentando e se estenderam ate há pouco tempo atrás... (se passaram 20 anos).
 
Os conflitos começaram na época da escola, quando quase todos pré-adolescentes vivem seu primeiro amor. E comigo não foi diferente eu sempre me “apaixonei” por meninos... Ate ai tudo bem, porem minhas paixões sempre terminavam a partir do momento que o menino se interessava por mim... Estranhamente minhas paixões eram sempre platônicas, eu gosto de gostar do outro, mas sempre que pensava em viver essa paixão, de forma física ou real, ela já não fazia sentido.

Os anos iam seguindo e eu já estava na adolescência, minhas amigas perguntavam se eu não gostava de algum menino... E de fato sempre gostava de alguém, mas a distancia, de uma forma contemplativa... Eu sempre me cobrava porque não era igual a elas, que gostava dos meninos e “ficavam” com eles... A forçação foi tanta, que eu coloquei na cabeça que precisava ser igual a elas.

Dei meu primeiro beijo com 17 anos, sim aos 17, porque isso não era e nunca foi importante pra mim, na verdade foi uma violência contra mim mesma. Mesmo me sentido mal com essa situação tentei mais algumas vezes ser “normal” (a ultima foi na faculdade, a uns 6 anos)  na verdade mais para provar para os outros que não era homossexual. Não que tenha algo errado em ser homossexual. Se eu fosse talvez tivesse sido mais fácil, porque a única coisa que eu queria era saber o que eu era... Se alguns gostam de meninas, outros de meninos... Porque eu fisicamente falando não gosto de NADA?  Mas mesmo assim minha condição nunca me impediu de me apaixonar e achar meninos interessantes.

 30 anos se passaram depois de muitas perguntas, muita duvida e muita autoavaliação eu me encontrei. Se você aceita a si mesmo, esse é começo da aceitação de tudo. Do que eu gosto? Sexualmente falando, eu não gosto nem de meninos nem de meninas... Difícil entender? Imagina viver e um mundo que quase tudo se resume a sexo... Tente explicar isso para alguém que não vive sem sexo... Ele nunca vai entender, assim como eu nunca vou conseguir entende-lo... 

A única razão de eu não ser comum é que ninguém além de mim me enxerga dessa forma. Mas agora já me acostumei com isso, porque descobri o que sou.

Assexual - Assexualidade é uma das formas de manifestação da sexualidade humana baseada na falta de atração sexual por pessoas. 


Vamos explicar um pouco:

- Nem todo mundo que não sente atração sexual é assexual, muitas pessoas podem não sentir desejos por problemas psicológicos, hormonais, traumas…
- Assexual é o termo correto para se referir a pessoa sem atração sexual.
- Assexualidade não é escolha, nem doença.
- Muitas pessoas assexuais já fizeram/fazem sexo, existem muitos motivos para uma pessoa fazer sexo sem ser libido própria.
- Assexualidade não é o mesmo que celibato, celibato é uma escolha, enquanto a assexualidade é a falta de desejo sexual.
- Assexualidade se refere a libido, ou seja a vontade de fazer sexo, o que não impede a pessoa de amar ou se apaixonar, existem assexuais que se interessam por pessoas do gênero oposto (hetero-românticos), por pessoas do mesmo gênero (homo-românticos), por pessoas de mais de um gênero (bi-românticos)… Ou podem não se interessar por nenhuma pessoa (arromânticos).
- Pessoas assexuais tem noção estética, podem achar pessoas atraentes, bonitas…
-Pessoas assexuais podem gostar de outras formas de intimidade, como beijos, abraços, carícias…
-Algumas pessoas assexuais sentem desejos sexuais esporadicamente, outras não sentem nunca.







Assexual é um termo em construção e estudo, então antes de presumir algo sobre a sexualidade alheia: pergunte.