segunda-feira, 22 de outubro de 2012

A vida é muito louca mesmo...

A vida é muito louca mesmo...
Leva pra longe quem a gente não quer, trás pra perto gente que a gente nem imaginava.
Caminhos se cruzam, mãos se despedem...
Lagrimas rolam...
Sorrisos se encontram...
E quando nos damos conta estamos sorrindo “sozinhos”.
Lembranças sufocam...
Lembranças aquecem...
Certezas, duvidas, promessas...
Certezas que não se concretizam...
Duvidas que carregaremos para sempre...
Promessa, promessas e mais promessas ao vento...

 A vida é muito louca mesmo...
Nos deu de presente tudo que precisávamos...
E continuamos querendo mais...
Mais certezas duvidosas...
Mais promessas ao vento...
Seguimos sem saber pra onde...
Caminhamos a passos largos na esperança de um amanha, que talvez nunca chegue.
De onde viemos? Para onde vamos?
Perguntas sem respostas, respostas sem perguntas...
Medo, insegurança, desejos
Medo que sufocam os sonhos...
Insegurança de não acertar o compasso certo...
O desejo de não errar “a mão, o pé, os olhos, o coração”...

A vida é muito louca mesmo...
Todas as manhas a ilusão de que podemos mudar o mundo...
Todas as noites a certeza de que somos muito pequenos pra isso...

A vida é muito louca mesmo...

By Adriana Rodrigues

Um comentário:

Yasmin Freitas disse...

Ficou muito bom o texto. Estilo desabafo mesmo. Somos pequenos demais,as vezes penso no quão pequeno somos. Diante disso, só em Deus encontrei respostas para as minha perguntas existenciais.