quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Constituição da República Federativa do Brasil

Tive aula de contabilidade ontem... e minha turma foi surpreendida pelo professor perguntando se conhecíamos o Art. 5º Constituição da República Federativa do Brasil... eu sinceramente nunca tinha lido, (não me orgulho nem um pouco em disser isso), assim como a maioria da turma... mas alguém concerteza mais instruído e inteligente do que maioria, carregava com sigo a Constituição completa.

O Art. 5º para quem não sabe diz o seguinte:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição; II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;

III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;

IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;

VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

VII - é assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva;

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

...

Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição.

...

Mais => http://www6.senado.gov.br/con1988/CON1988_31.12.2003/CON1988.htm

Fiquei pensando que a maioria das pessoas não cobra o que é seu de direito, por que muitas vezes nem sabe o que tem direito... se todos soubessem, cobrariam mais e acredito eu que as coisas não estariam assim tão desesperadoras... Porque não ensinam a Constituição da República Federativa do Brasil, na escola?????... melhor não, só assim poderão continuar nos fazendo de palhaço, acreditando que o que fazendo por nos é pura caridade e dessa forma devemos ser gratos, quando na verdade é nosso de direito, e muitas vezes nem isso nos é oferecido...

20 comentários:

A Marcinha* - disse...

Além do não conhecimento às Leis , temos um sistema de "Burrocracia" fora do normal, o que faz a maioria das pessoas nem ter vontade e desistir de conhecer as Leis do nosso País. Bom Dia prá vc Dri!!!Bjim

jobofevi disse...

Não interessa para a elite brasileira que seus dominados estudem filosofia, ética, moral ou civismo. Dominados não devem ser induzidos a pensar ou criar. Nos EEUU os escravos que aprendiam a ler eram executados sumariamente. Ótimo assunto querida, parabéns, Um beijo de agradecimento.

Niseloka disse...

era tão bom que tudo que vc lei fosse respeitado.mais até os homens que a criaram, não a respeitam.E o brasileiro não acredita na sua constituição.Agravando mais o caso.

Liz / Falando de tudo! disse...

Uma coisa que é triste falar, além da ignorância de nos todos de nao conhecermos "nada" da constituiçao brasileira, é que as leis no Brasil é realmente isso...fica so no papel!
Um abraço minha linda!

Vinicius disse...

a maioria das pessoas não cobra porque não sabem o qeu é de seu direito....

Incógnit@ disse...

Além de ser formada em Direito tive que estudar demais a CF para concurso público. É linda, mas a prática é outra e está cheia de emendas.
Chuvinha

Everson disse...

Ei meu amor, tem umas perguntinhas pra ti la no blog, responda com sinceridade...rs....beijos muito carinhosos.

sergio disse...

Oi Adri...eu como trabalho com legislação educacional preciso ter sempre em mãos a dita cuja, mas te digo, ela é uma das mais modernas e interessantes no mundo inteiro, mas não para nossa realidade e os primeiros a descumprirem são os próprios poderes públicos. A nós cabe os deveres e a eles, os direitos...é o fim...bj amiga

Cidão disse...

Dri, meu anjo... o papel aceita tudo, escrever é fácil, fazer acontecer aí é que é difícil...

Tem um presente para você no meu blog!

Beijos!

Klatuu o embuçado disse...

Não basta escrever leis justas - é imperioso que os Estados invistam em educar cidadãos livres e conscientes e, para tal, quando se privilegia os ricos e seus vícios, se protege os corruptos, se abandona as crianças à rua, à violência e à prostituição e pouco, ou nada, se faz para proteger os pobres - se nega tudo o que for decretado na mais, teoricamente, democrática Constituição.

Vocês, jovens brasileiros, fariam um imenso e imorredouro favor a vossa Pátria se matassem um corrupto por dia! - ou um político vendido!

Klatuu o embuçado disse...

P. S. Te convido a visitar uma Casa de Amigos.

Luiz O. disse...

A política social brasileira se baseia na alienação anti-revolucionista que, por ser instituída como regra desde praticamente o início da aprendizagem escolar, se torna 'endógena' ao ponto de alguns de nós achar ultrajante qualquer questionamento ao sistema vigente.

Izi disse...

a maioria não sabe de seus direitos e qdo instruído por alguém desiste pois prá conseguir algo a burocracia e o tempo envolvidos são enormes.

Manuel Damas disse...

Retribui a simpatia.
Parabéns pelo seu blog.
Um abraço

PríncipeTito Blog disse...

Infelismente, alguns são mais iguais que os outros...

Bobinho disse...

Nem precisaria de lei para termos nossos direitos humano. Esperamos só que o governo cumpra essa lei, mas nós mesmo descriminamos nossos irmãos. Cada um de nós podemos ter nossa política social.

Jan Medeiros disse...

Eu já conhecia pq precisei estudar certa vez. Se todos tivessem acesso e consciência pra cobrar e fazer valer seus direitos, seria tão bom né? Bjos e parabéns pelas informações !!!

Paulo Gustavo disse...

Nosa, tenho muita vontade de ler a constituição, mas como a preguiça eh igual ou maior, ai ainda naum arrisquei :P
Adorei saber sobre esse artigo.. muito bom..
Beijos.. tudo de bom...

Rosangela disse...

OI Dri...Uma coisa que tenho aprendido, é que as pessoas sofrem muito por falta de conhecimento, de informação...Realmente se todos conhecessem seus direitos as coisas seriam bem diferentes...Assim como se todos exercessem também seus deveres...

Beijos no coração...

- Carolzinha ' disse...

Eu conheciia siim!
e realmente, muita gnt n�o conhec seus direito e por isso muitas vezes acaba se f$%$#@%*, acontece que n�o insinam isso na escola (com exess�es). Na minha escola, n�s optamos por religi�o, ou estudar sobre os direitos humanos!
Ent�o optei por direitos humanos!
Eu prefiro saber sobre meus direitos, do que das religi�es, que no caso aprendi ateh minha oitava s�rie.
Gostei daki, te linkei, voltarei sempre que possivel!
Beijoo!