Postagens mais vistas na ultima semana.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

A aula de despedida.


Não sei se vcs viram essa historia no Fantástico, eu particularmente não vi, mas um amigo me indicou e achei emocionante, vale a pena ler e refletir.


Randy um professor de ciência da computação nos Estados Unidos estava no auge da carreira e num dos melhores momentos da vida, mas vê seus planos e sonhos desmoronarem quando os médicos lhe dão o diagnóstico de que possuía um tipo violento de câncer e que viveria - no máximo - mais seis meses. Ele se viu diante da pergunta: o que fazer quando se tem data marcada para morrer?

Randy Paush disse que se fosse um pintor, faria um quadro. Se fosse um músico, teria composto uma música. Como é professor, decidiu dar uma aula. Para os colegas e alunos que lotaram o auditório, ele deu um aviso: não esperem lições sobre como enfrentar a morte. A lição é sobre a vida.

A aula de despedida. Uma lição de otimismo, uma lição de vida. A aula se chama: "Como conquistar os sonhos de criança".

No único momento em que fala da doença, ele compara a vida a um jogo de cartas. "Não podemos mudar as cartas que nos dão, apenas como vamos jogar aquela mão. E se não pareço deprimido ou abatido como deveria, sinto por desapontá-los. Aliás, estou em excelente forma, estou em melhor forma que a maioria aqui dentro", disse o professor.

Randy diz que sempre quis flutuar no espaço.Não se tornou astronauta, mas conseguiu convencer a Nasa a entrar num avião que simula a gravidade zero.

Tentou ser jogador de futebol americano. Também não conseguiu, mas aprendeu uma grande lição no dia em que o treinador não parava de criticá-lo. "Se você está fazendo algo errado e ninguém diz nada, você está perdido. Os seus críticos são aqueles se preocupam com você."

E descobriu que é possível ser feliz mesmo sem realizar os sonhos do jeito que se imagina.

"Se você conduzir a sua vida do jeito certo, os sonhos vão ao seu encontro", afirmou.

Numa entrevista, Randy disse: "eu não sei viver sem alegria, certo? Então eu estou morrendo e tendo alegria".

Mas revela: "Fico triste quando penso nos meus filhos. É como empurrar minha família para um precipício e não estar lá para protegê-los. Mas estou aproveitando meu tempo para fazer redes de proteção, para que não sofram tanto.

E encerrou a aula dizendo: “Estas palavras não são para vocês. São para meus filhos”.

Randy está fazendo tratamento. Depois de uma breve internação hospitalar, voltou para casa, ao lado dos filhos e da mulher.

Confira aqui trechos da palestra do professor Randy

FONTE: http://fantastico.globo.com/Jornalismo/Fantastico/0,,AA1680122-4005,00.html

34 comentários:

Landinho disse...

Portanto aproveite cada momento, ajude, sorria, seja amigo, sinta-se feliz, faça tudo que desejar, ame o próximo pois não sabemos se estaremos aqui no próximo segundo.

Ricardo Rayol disse...

isso é de deixar um reflexivo. me dá arrepios pensar em algo semelhante

cilene disse...

Eu acho que esse tipo de gente e um ser especial que nao perde o rebolado por nada. Infelizmente nao estou nessa categoria

Bandys disse...

Dri,
Tudo é uma maneira de encarar a morte...aproveitar cada segundo da vida...e saber que a única coisa certa é a morte.
Beijos

FERNANDA & POEMAS disse...

Oló querida Amiga, belíssima lição de vida, não de morte... Aqui está um texto onde eu concordo, 100% com ele!
Todas nós depois de nascer, temos uma uníca coisa certa, um dia vamos morrer... Como, quando, onde!
Não interessa, é viver a vida que Deus nos deu, o melhor que sobermos e podermos, praticar o bem em todos os dias da nossa vida!
Assim vale a pena viver...
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Alma disse...

OIÊH TO ALI OTRA VEZ..
TALVEZ A MORTE SEJA U RECOMEÇO DE TUDO.E TALVEZ SEJA ESSI NOME FEIO,PRA GENTE NOM DESEJA ELA,MORRER TALVEZ RENASCER..
BJUSSS E BOA SEMANA..

Everson disse...

Muito interessante a serenidade do Professor ao saber da proximidade da morte, e querer dar uma palestra, relamente tem pessoas que tem missão especial nesse planteta, e ele é uma dessas,,,beijos minha querida e uma semana cheia de carinho.

jobofevi disse...

Depois de ver varios colegas ainda novos com cancer na próstata começo a me preocupar com minha saúde embora saiba que muita coisa não depende de nós. A presença da morte trouxe uma linda lição de vida. Por que sempre tem que ser assim.

Marcelo Báfica disse...

É de arrepiar o cabelo do nariz... Mas é valorizar cada momento e se realizar. Beijos e boa semana.

Chuvinha disse...

Nossos fracassos podem ensinar e nossos erros nos fazerem acertar. Tudo é a frma como vemos determinadas situações e desafios.

Patrícia Andréa disse...

Já tinha visto essa história... bem legal...

bjus

http://blogdapattyandrea.blogspot.com

Dream disse...

Muito emocionante mesmo, mas, a serenidade com q encara o fato é impressionante. beijos e linda noite.

Vilminha disse...

Boa noite Adri. Realmente são os novos projetos e a valorização do tempo que nos resta que impulsionam e nos dão motivação para viver e com certeza o professor Randy é uma especial resolveu viver os seus dias com os seus objetivos e projetos e viver intensamente todos os seus dias da maneira que mais lhe agrada com sua família e sua profissão. talvez saber mais ou menos quando vai morrer de pra arrumar certas pendências por aqui, talvez ter um aviso prévio para alguns fosse melhor, quem sabe né... Bjs e uma boa semana.

Astrid disse...

Boa noite Adri
fantástico o depoimento deste professor, não sei se digo depoismento, aula, ou lição de vida. Acho que os 3 juntos.
Parabéns, vc sempre nos traz testos interessantes.
Obrigada amiga, pela visita e carinho

Tenha uma excelente semana
bjks mil
e uma boa noite

Astrid disse...

Adri...
pasando para agradecer sua visita
ao meu outro blog, vc nunca se esquece de mim, obrigada amiga.
bjs de boa noite

Evelize disse...

Uma lição de vida para todos nós, porque o medo de todos é da morte.Beijos eboa semana

Niseloka disse...

eu vi!!Eu vi!!!!caramba muito emocionate a história dele.Querida tem nova promoção no meu blog.
bjos

Anônimo disse...

Bom dia Dri, passando para a gradecer o carinho e a força, tô voltando devagarinho.

Que vc tenha um dia lindo...

Bjs...Marcinha* Poder do Amor

Celia Rodrigues disse...

Infelizmete, poucas pessoas têm capacidade de agir assim diante de uma situação tão difícil quanto essa. É impressionante a serenidade dele. Eu estaria desesperada.

Vinicius disse...

Fiquei com dó desse professor.....
tomar aque ele tenha mais tempo de vida...

Georgia disse...

Ninguém sabe mesmo o momento da partida, por isso, eu vivo a cada dia como se ele fosse o último.

Beijao e obrigada pelo texto

Ronald disse...

Uma situação pra lá de dificil e o cara da mostra que enfrenta o porblema com naturalidade. Um exemplo mesmo.

Agora, a violência impera pois a justiça é lenta e no final das quantas, ninguém vai preso.

Sou contra violência mas, tem casos....

Beijão

Tâmara disse...

Eh...uma situaçao muitissimo delicada....e reflexiva.

Uma liçao de vida e de morte....

bjao!

chicoelho disse...

ola Drika

Mais um belo exemplo de superaçâo,deveriamos levar a vida sempre assim.

Bjusssss

Marcelo Martins disse...

Eu assisti isso, e achei mesmo uma lição de vida e de otimismo.
Eis um homem forte aquele.
realmente um exemplo de superação e coragem para muita gente.

Beijinhos.

Rodrigues Bomfim disse...

Eu assisti no Fantástico. Achei sensacional a lição de vida do professor e sua aula de despedida esta bombando na internet, é certo que a história de vida dele, vai acabar virando filme.

Beijos,
Boa semana.

Betho Sides disse...

Eu recebi essa história via e-mail e se passou no "Fantástico" passou no programa de nome certo, pois é isso a história deste senhor! beijos

paula barros disse...

Oi, chegando e vindo visitar e agradecer as visitas no período que estive distante.
Bela história.

Temos muitas histórias assim aqui no Brasil, no dia a dia, muitas vezes bem próximas de nós. Que precisam de superação, de encontrar força e que fazem diferente.
Leio umas matérias no Correio Braziliense, jornalista Marcelo Abreu, que ele escreve sobre vidas, vidas vividas, sofridas ou não e que encontram na superação, no amor o sentido da vida.
São verdadeiras lições para a nossa vida.

Abraços

ariel e sol disse...

DRI,MORRER É APENAS NAO SER VISTO,MAS A VIDA CONTINUA SEMPRE,EM OUTROS PLANOS MAIS E MAIS ELEVADOS,SOMOS SERES EM EVOLUÇÃO,ELE ESTÁ CERTO,LAMENTAÇÕES NAO RESOLVEM,O TRISTE É QUE A VIDA NOS PREGA ESSAS PEÇAS,PQ TAO JOVEM??TAO CHEIO DE VIDA??E TERÁ QUE PARTIR ASSIM...EU NA MINHA HUMILDE OPINIÃO RESPONDO,PQ O MUNDO ESPIRITUAL PRECISA DELE LA,AJUDANDO QM LA CHEGA DESPREPARADO,PARA DEPOIS SREM INSERIDOS NA VIDA TERRENA NOVAMENTE,ATÉ AMADURECEREM REALMENTE,ESTAMOS AQUI NESSA ESCOLA TERRENA,VEMOS APENAS UMA GOTÍCULA DESSE OCEANO DA GDE VIDA DE DEUS!!PENSO ASSIM,
BJS MAGICOS DA ARIEL!!VISITE-NOS EU E SOL ADORAMOS SUA VISITA!!!

NANDO DAMÁZIO disse...

Uma verdadeira lição de vida, devemos valorizar cada minuto que vivemos ..
Abraço, Dri !!

pedrofreirefilho disse...

Triste e ao mesmo tempo emocionante a história desse professor.

Dr. Fácil disse...

Adri/Dri/Drika, foi uma grande lição de vida. Muito bonito mesmo... Beijos!

Luiz disse...

Não vi o Randy na tv e vou vê-lo pela sua generosidade ! obrigado

Gostei muito do poema. Quem o merece é um felizardo !

Blue Angel disse...

Eu vi a notícia num dos nossos noticiários e é claro que não fiquei indiferente.
Viver sabendo a data da nossa morte deve ser horrível. Podemos morrer a qualquer momento, mas como não sabemos a data, vivemos despreocupados e felizes.
Eu não quero nem pensar nisso. Eu não sei o que faria, só digo que ele é um homem de fé e coragem.

Fica bem

Nivea