sábado, 3 de maio de 2008

Caos


Não entendo tanta violência, tantos gritos tanto desamor. Eu sinceramente não consigo compreender como alguém é capaz de fazer mal ao seu próximo. Eu jamais seria capaz de agredir ou matar uma pessoa, se não em legitima defesa e mesmo assim, tenho minhas duvidas, porque ate pra pisar em uma barata me corta o coração...rs.

Parece loucura, perdeu-se totalmente o respeito pela vida e pelo próximo. É pai matando filho, filho matando pai, enfim, uma brutalidade sem tamanho.

Fico pensando, aonde vamos parar?

Os valores foram totalmente deturpados. Se você ainda é virgem após os 16 (e olha que estou sendo generosa na idade), está fora dos padrões e é tratada pela maioria como um ser de outro mundo. Se você sai na noitada e beija 10 ou 20 pessoas na boca, é o “bonzão” da turma. Eu sinceramente nunca me rendi a algumas modinhas. Muitas vezes fui e sou taxada como a chata da turma, pois não cedo à pressão e principalmente, porque aprendi uma coisa bem cedo, que é ter personalidade própria, (própria e fortíssima, por sinal... rs) se não acho certo, se não estou a fim, não faço e ponto.

Mas, voltando ao assunto, se hoje já esta tudo de “pernas pro ar”, como será daqui a 10 anos? Acredito que se não revermos nossos conceitos. Alias, será que ainda da tempo?

Acho bom começarmos a pensar e aprimorar a idéias do Luiz (comentário dia 20/04/08) e fretarmos um ônibus para Marte, Vênus ou quem sabe pra Lua e fugirmos desse caos... Pois a violência esta batendo em nossa porta todos os dias.

24 comentários:

Chuvinha disse...

As pessoas se confundiram com a " democracia" e liberdade. Há direitos, mas há deveres.

Everson disse...

O amor ao proximo se perdeu a partir do momento em que o ser humano não consegue amar a si mesmo, e fretar um onibus e ir pra Marte, vai resolver pouco, pois onde o ser humano se instala, tambem todos os seus defeitos..r.s...beijos querida, muito amor e muita paz no seu final de semana.

Helena Nascimento. disse...

É o absurdo fazendo parte do nosso cotidiano.
Abraços. :)

Bandys disse...

Dri,
Também fico chocada com essas coisas. Mas penso que a certeza da impunidade, faz com que certas pessoas tenham coragem de tal maldade. Enfim, só resta acreditar na justiça divina que essa sim não falha.
Beijos

jobofevi disse...

Castro Alves clamava diante da escravidão e da barbarie:" Por que meu Deus por que? Há quem diga que a violencia é o desequilibrio da harmonia natural. Outros dizem que há uma falha na administração do conflito natural. Os primeiros,a hamonia é sustentada por uma ideia de compatibilidade possivel entre o homem e a civilizaçãao. Os outros, sustenta-se na ideia de que há sempre um resto na relação do homem com a civilização. Resta sempre algo para o homem desejar. A tese harmônica por sua vez é a tese da nescessidade, contrapõe-se a do desejo. É utilitarista. Os pais avôs e filhos de hoje são educados por pais e educadores que não respeitam os limites e não tem autoridade para impo-los aos jovens. Deveriam ser mais intransigentes com os filhos e educandos, estes, herdam dos adultos a mania de só terem direitos. Pais e professores detestam quando ouvem "detesto voce". Preferem sempre serem bonzinhos criando monstrinhos, a serem severos criando e educando cidadãos para um mundo onde o respeito ao próximo aos animais e a natureza fosse imperioso.Boa tarde querida amiga.

Sérgio Figueiredo disse...

Minha Querida ADRI,

O Mundo está mesmo um caos. A verdade é que todos os dias as noticias são trágicas e loucas. Não dá para entender o que vai na cabeça das pessoas.
A incerteza, as dúvidas e a resposta, quanto ao futuro, nunca a vamos ter. Nos dias de hoje, cada um que nasce é diferente de todos os que passaram.

Temos de nos habituar que a melhor opção é viver um dia de cada vez.

Beijo Grande

marcelo disse...

É uma discrepância enorme entre o certo e o errado, entre a justiça e a injustiça que fica difícil entender qualquer comportamento.

Bom domingo minha grande amiga.

Cidão disse...

Dri, é falta de ética, respeito e responsabilidade, coisas raras hoje em dia.

Patrícia Andréa disse...

Oi!!
Vlw pela visita no meu blog!!!

E vlw msm por ter "linkado" ele!=)
-
Pois é, hj em dia tá tdo errado... e ainda por cima dizem q antigamente era bem pior e os jovens mudaram tdo... O q quase ninguém consegue ver é q as coisas ainda são ruins, mas é a população q tá acomodada...
---
bjus e bom restinho d fds
---
http://blogdapattyandrea.blogspot.com

Magui disse...

Nada de novo no front...

J. ROBERTO BALESTRA disse...

Dri, pode estar certa, sua parte você já cumpriu; é uma jovem consciente da efemeridade das coisas, mas não dos valores. Esses haverão de ficar a qualquer preço. Parabéns. beijos.

Ótimo domigno procÊ e os seus!

wilson rezende disse...

Vamos fazer a nossa parte que um dia virá a recompensa.

Wagner Bezerra Pontes disse...

Daqui a 10 anos eu ainda não sei mas sei que a coisa não anda nada bem neste mundo e se há tempo?! bem pra tudo na vida há tempo menos a morte... ;)

obrigado pela visita Dri,abração e boa semana! =D

Dream disse...

E verdade amiga, o mundo está de pernas pro ar...até choca mesmo e qdo temos nossos valores não é um modismo q vai mudar nossa cabeça...Ah!..sou a Izi do passeio...estou com meus blogs unificados, pois possuia mais de um e não estava dando conta...então hj está nascendo o sweetdream....onde te espero com o mesmo carinho... mil beijinhos e ótima tarde de domingo.

Cidão disse...

Deixei um meme para você! Beijos!!

Adelia Ester disse...

Adri, seu texto é bem lúcido e retrata bem nossa realidade atual. Enfrentamos um distorção de valores altíssima, além da agressão á Natureza interna e externa, pois está tudo interconectado. Com isto, o desequilíbrio emocional, mental ocorre em larga escala. E assim, todas as consequências desastrosas que estão ocorrendo de maneira assustadora. Se não houver um resgate a tempo, o "barco" que está a deriva, "afundará". Talvez, uma nova civilização emergirá... Beijos.

Alma disse...

Aonde vamos parar?
eu não sei apenas devemos cuidar pra não nos afetarmoss e a quem amamos..u mundo la fora de ta d+..ja num sei onde e + perigoso,la fora ou dentro de nois..

Georgia disse...

Drika, é o homem que cresce longe do temor de Deus. se vc nao conhece a Deus, como pode respeitar o seu semelhante?
Olha, eu sempre fui na minha época taxada de quadrada, pois nao topava todas as coisas e fiquei virgem até os 22 anos, imagina a loucura. Mas era decisao minha nao ter relacoes sexuais com alguém sem estar apaixonada, simplesmente para fazer parte do montante? Nao. E olha, foi muito bom como todas as coisas na minha vida aconteceram. Foi um amor maduro e que deu frutos. Hoje em dia com tantas doencas os jovens têm mesmo que estar cautelosos.

Grande beijo em vc e ser decidida só fez aumentar minha admiracao por vc.

Joffre disse...

(lá no blog)
Acho que esta saudade é comum em todo mundo, este "peito apertado", não consome somente a nós dois, tenho certeza que muitos e muitas tem esta esta coisa, tem esta sensação, nem sempre por alguém, mas por fatos que acontecem em nossa vida...que deixam um ar de vazio quando se vão...mas quem sabe esta seja realmente a graça da vida, querer o que não se tem e desejar aquilo que somente temos em sonhos...xro imenso em vc.
(www.lapsodememoria.zip.net)

Joffre disse...

Nos dias de hj, não sei quem é quem, não me recordo mais como era namorar antigamente, como era somente falar sem ter na mente uma segunda vontade oculta, sem olhar para os olhos da pessoa tentando imaginar como ela seria sem roupa... tempos modernos...tempos novos... realmente não sei onde vamos parar, na verdade nem sei onde estamos...mas vamos seguir em frente...que tudo vai dá certo... xro .

lucia disse...

Ola querida amiga fico feliz a cada visita sua,a cada mensagens que vc me deixa,eu estou me recuperando bem da minha cirurgia já estou mais magra mais ainda falta muito caminho pela frente agora é só ter paciencia,e seguiir em frente. beijoss

Tâmara disse...

Eh querida..o negocio ta feio!

Confesso que tb ando assustada...com tanto horror!

Ricardo Rayol disse...

eu sou da época ainda que se perdia a virgindade com putas. transar com a namorada era uma tarefa de herói, muito mas muito dificil. Por isso fico espantado com essa super valorização do sexo. Sexo bem feito só vem com a maturidade, experiencia até conta mas quantidade não é qualidade, nunca.

paula barros disse...

Fico aterrorizada com tanta violência. Também me questiono qual será o caminho trilhado, onde chegaremos.
É tanto investimento preciso. É o ser humano se perdendo dele mesmo.
beijos