domingo, 15 de março de 2009

Espelho da vida

É! a vida é assim, as vezes nos fazemos de palco para que as pessoas que amamos, interpretem suas peças, chorem, estravassem suas dores, aflições e paixão.

E nós? Continuamos ali...! Imunes e fortes...



As vezes somos palhaços vivemos num mundo mágico, cheio de fantasia e cores.
Escondemos nossas tristezas por traz de uma bola vermelha no nariz. Fazemos pessoas felizes.



Sustentando uma mágia imaginaria... mas no camarim do dia-a-dia estamos em frente ao espelho da vida, enfrentamos os problemas como uma pessoa qualquer.





Crente, fraco e cheio de defeitos e é alí que nos sentimos sós sem ninguém para nos aliviar a dor.





É! Nosso mundo é esse, mas que cada novo dia a esperança seu ja como um motivo forte par se defrontar a cada novo palco.




(Em busca do autor)

15 comentários:

Bill Falcão disse...

Isso mesmo, Adri!
Bem bolado este post!
Bonito também!
Bjooooooooooooo!!!!!!!!!

Andréia disse...

esse post é o retrato da minha vida...

beijos

chicoelho disse...

Um espelho,serve para todos nos.


Bjs

preto [e] branco disse...

"É! a vida é assim"

Quem te disse Querida Adri?
A vida, é sim, o espírito lutador que existe em cada um de nós, para que todos os dias sejam diferentes e, por nós conquistados através dos que passaram e nos deram felicidade.
A vida é a força mas, nós somos "Seres" aprendizes de como querer viver.

beijinhos

Grace Olsson disse...

Adri, como sempre, sensível seu post...adorei.bjs e dias felizes

Niseloka disse...

tem selo pra vc no meu blog
bjos

paulo disse...

Boa noite minha querida amiga:D!! Mais um passeio pra lavar a alma neste lindo cantinho e lhe desejar um ótimo finalzinho de semana! Beijinhoooooooooooooosssssss!!!

Tereza Freire disse...

A vida é isso mesmo, Adri. Um cenário onde cabe a cada um sua função. Existem os que interpretam, os que sonorizam e os que operam os holofotes. Gente que vive um faz de conta, gente que faz barulho a toda hora e gente que trabalha para que outros brilhem. O teatro da vida só termina quando fecham as cortinas... e assim, recomeçar novo espetáculo. Beijos, amiga. Boa semana!

luzdeluma disse...

Adri, texto e imagens casaram super bem! Diferente de outras escolas, na vida, aprendemos na prática, no palco - porque na escola da vida, quem senta, perde a vez!!
Dri, postei hoje dois selinhos que me deu. Eu demorei um pouco a postar, por falta de tempo mesmo e agora estou tentando colocar em dia. Desculpe a demora. Boa semana! Beijus

meus instantes e momentos disse...

parabens pelo teu blog. Lindo, muito bom.
Gostei daqui.
Maurizio

Everson Russo disse...

Ei menina, saudades de vir aqui, desculpe a ausencia, tive uns probleminhas de saude na familia....muitos beijos no seu coração, um lindo final de semana cercada de paz....

Celia Rodrigues disse...

Belas imagens, melancólicas palavras. É assim mesmo que acontece, mas todo espetáculo tem fim, até esses da vida real.
Ótimo fim de semana!

Ana Gotz disse...

Adorei a união de fragmentos e imagens!
Perfeito!

xandih disse...

Adriiiiiiii

EU TE AMOOO!!!!!!!!

Two Ways... disse...

Olá, quanto tempo!

Nossa, me apaixonei pelo texto. É interessante como a gente se vê ali, enquanto vai lendo e vendo as imagens...
por falar nelas, elas estão fantásticas.
Parabéns!