terça-feira, 12 de outubro de 2010

"O momento é de prova? Ergue-te e aceita a vida.
Não te queixes, trabalha. Nem te desculpes, ora.
O serviço no bem é paz e esquecimento.
Ante as crises que encontres, faze o melhor que possas.
Nas árvores podadas, Deus multiplica os frutos.
Ama, serve e não temas. Deus agirá por ti." (Emmanuel)




Venho passando "grandes" mudanças, travando batalhas diária comigo mesma... mudanças são necessárias, mas dolorosas... então tenho tentado não me abandonar...

Acredito que já tenha ido bem fundo no poço da tristeza e das lamentações e eu nem sei se isso tem a ver com perdas que vivi nos ultimo tempos... a final eu sempre fui um ser solitário e silencioso, não que isso seja cabível de pena, porque no fundo acho que isso me torna um ser extremamente forte... porque enquanto a maioria corre com medo da solidão, eu prefiro abraça-la.

O estranho é que nos últimos tempos, tenho tido uma vontade enorme de falar... mas é tão raro alguém que empreste os ouvidos por alguns minutos... as pessoas sempre estão querendo contar algo, lamentar, pedir ajuda... que então eu me calo e empresto meus ouvidos, eu não me importo em ouvir, ate acho legal servir de apoio... mas as vezes gostaria de apenas ser ouvida, sem julgamentos, sem pressão, apenas ser ouvida, mas as pessoas estão sempre tão interessadas em suas próprias historias, que esquecem que a vida não é um monólogo.

(Autor Desconhecido)

7 comentários:

Bandys disse...

Adri,

Fiquei feliz com esse (re)encontro.
Estarei sempre lá pra te escutar, caso precisar..

Beijos moça, não suma

Everson Russo disse...

Menina, que bom receber voce de novo no Livro...prazer imenso...grande beijo de bom dia pra ti,,,e some não viu?

Silêncios Doloridos disse...

Eu te empresto os meus ouvidos (ou os meus olhos, nesse caso)! Lindo o post, parabéns! =D Um beijo

Georgia disse...

Oi Adriana, que boa a tua visita. Fazia tempo que nao nos víamos, nao é mesmo?

Ouvir é um grande dom onde as pessoas precisam aprender com o tempo.

O pior é que quero conversar geralmente no meio da noite, qdo todo mundo está dormindo, rs.

Um grande beijo ( sei que nao posso te ouvir, mas se quiser escrever: saiajusta4@gmail.com)

Ali posso te ouvir em silencio. Exatamente como vc quer.

Bjao

Wagner Bezerra Pontes disse...

Olá Adri quanto tempo né?! obrigado pelo comentario gostei =D

percebi que tbm voltaste a publicar no blog de novo visual, gostei pra caramba... =D

espero continuar vendo seus textos =*

bjão! =)

so sad disse...

eu sou boa em escutar, gosto de ouvir as pessoas, até as que nao conheço.
beijo!

Anônimo disse...

Nossa, eh tranquilizante saber que ainda existe quem saiba ouvir e ser ouvido...
Sinceramente espero que essa pessoa esteja bem hj. Pois eu estou renascida. Nao tenho blog e sei que isso foi escrito um tempo atras, porém decidi escrever aqui.
Paz e amor,
Uma amiga.